Verona

 

Verona é um lugar pitoresco cravado no Veneto italiano que viaja entre o romantismo enaltecido por Shakespeare que se baseou na cidade para ambientar e narrar o romance entre Romeo e Julieta ainda hoje considerada das mais belas historias de amor já descritas, e a dureza dos tempos medievais que forçava as pessoas a viverem cercadas por muros e que tinha como principal divertimento a violência dos espetáculos da Arena.

 

Assim é Verona, uma cidade pouco conhecida aos brasileiros mas que agrada, principalmente na primavera, já que as montanhas em volta da cidade retomam o verde e as arvores voltam a florir dando ao lugar um toque de beleza natural difícil de se ver nas cidades brasileiras.

 

Principais pontos turísticos:

 

– Arena:

 

É o terceiro maior anfiteatro Europeu, atrás somente do Coliseu de Roma e do anfiteatro Campano vizinho a Napoli e um dos monumentos mais bem conservados da época romana. Os historiados não são muito seguros sobre a data exata de fundação da Arena, mas se sabe que foi construída no século I d.c pelo imperador romano Augusto. De maio ate agosto a Arena é palco de shows, operas e espetáculos teatrais que devem ser reservados com grande antecedência.

 

– Via Mazzini:

 

É uma rua estreita que liga a praça da Arena a Piazza Erbe e a Casa da Giulietta. Cheia de lojas caras e pessoas que andam pra cima e pra baixa com sacolas e sorvetes em mãos.

 

– Casa di Giulietta:

 

Ali supostamente viveu a família que teria baseado os Capuletos do romance de Shakespeare. A casa conserva o balcão da famosa cena “Romeu, Romeu, onde estas tu, o Romeu”. Dentro da casa existe um museu com porcelanas e afrescos da época e parte do figurino do filme sobre Romeu e Julieta de Zefirelli, considerado ainda hoje o que melhor retratou o romance. O muro de acesso a casa esta totalmente pichado com nomes de casais que ali estiveram, isso porque acredita-se que aqueles que o fazem jamais se separarão. No Jardim tem uma grande estatua de Julieta nua, onde todos tiram fotos com a mão no seu seio direito da estatua para garantir fortuna no amor. 

 

– Piazza Erbe

 

É a praça mais antiga de Verona localizada sobre a área do antigo fórum romano. Na idade romana era o centro da vida política e econômica, mas com o tempo os edifícios romanos foram dando lugar a palácios medievais. O monumento mais antigo da praça é a Fonte (Fontana) com a estatua da Madona de Verona, que na verdade é uma estatua romana de 380 d.c.. Outro monumento importante é o capitello, também chamado Tribuna, construído por volta do século XIII quando era utilizado para cerimônias em particular os juramentos feitos pelos guardas pretorianos. No sentido da Via Capulet existe uma antiga coluna na qual estão esculpidas as figuras de Santi Zeno, Pietro Martire e Cristoforo.

 

– Palazzo Maffei  

 

Ao fundo da PIazza Erbe fica o elegante Palácio construído no século XVII, tem na parte superior a estatua de 6 divindades Ercole, Giove, Venere, Mercúrio, Apollo e Minerva. Hoje ali funciona a agencia de promoções turísticas. Olhando o palácio de frente, a esquerda existe uma grande coluna quadrada chamada Torre del Gardello construída em 1370 e completada com a colocação do sino e cobertura em 1626. De frente ao palácio existe uma coluna com um gigantesco leão, conhecido como Leone di San Marco, símbolo da Republica de Veneza e marco da dominação veneziana na região.

 

– Torre Lamberti

 

É a construção mais alta de Verona com 83 metros de altura, sua construção foi iniciada em 1172 mas concluída apenas três séculos depois. Com um elevador é possível acessar os famosos sinos Rengo e Marangona: no passado o primeiro servia para convocar a Assemblea Popolare del Comune enquanto o segundo avisa sobre possíveis incêndios e o inicio e fim do dia de trabalho.  

 

– Il Duomo

 

Fica na parte medieval da cidade e foi construído sobre os restos de duas igrejas destruídas em um grande terremoto no ano de 1117.

 

– Chiesa di Santa Anastásia.

 

Mais importante e imponente monumento gostico de Verona construída no século XIII. É a maior igreja da cidade dedicada inicialmente a São Pedro.

 

– La Ponte Pietra e il Colle di San Pietro.

 

A Ponte Pietra é o monumento mais antigo de Verona, construída ano de 89 a.c., servia de acesso para o teatro e para os templos, todos situados ano alto da colina (Colle), foi restarurada varias vezes devido as destruições causadas pela fúria do rio Adige e principalmente pelos bombardeios alemães durante a II guerra.

Os primeiros habitantes da região moravam no alto da Colle di San Pietro que constituía uma posição estratégica na defesa da cidade.

 

– L’Anfiteatro Romano

 

Foi construído no século I a.c., cavando-se a encosta da Colle di San Pietro e coberto no séc. VII, sua arquitetura é fortemente influenciada pelo estilo grego. Atualmente é utilizado em espetáculos mais refinados que aqueles exibidos na Arena.

 

 

Ø       Dicas:

 

– Saborear um gelato faz parte da visita.

– Na praça de frente a Arena existem diversos restaurantes que servem paninos a preços interessantes

– Quem vai de carro uma boa opção é estacionar no estacionamento da Arena, identificado assim que você chega a cidade.

– A noite uma pizza na praça da Arena é um opção interessante e econômica para aqueles que não querem gastar muito.

– Uma das opções é visitar a Tomba di Giulietta mas eu descartaria porque é longe, feio e pasmem não tem nada dentro, alias muitos dizem que Julieta nunca esteve  enterrada ali.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: